19 de julho de 2010

"Tudo pode dar certo"...deu certo!

Com um título otimista, o novo filme de Woody Allen parece a primeira vista mais uma uma produção do tipo "auto-ajuda". De fato, o cineasta conseguiu expressar a beleza da vida,mas fez isso bem a seu modo, sem convencionalismos e longe de fórmulas óbvias. Um filme que rende boas risadas, humor inteligente e um sarcasmo fora do comum (principal característica das produções de Allen). Seus personagens são figuras interessantes: o protagonista Boris, é um velho ranzinza, desiludido com a vida e com a espécie humana. Cheio de manias e um tanto neurótico, se vê numa situação totalmente nova e cheia de surpresas quando uma garota de 21 anos aparece em sua vida, pedindo-lhe abrigo. O que pode acontecer então quando convivem de perto duas pessoas totalmente opostas na idade e principalmente no modo de encarar a vida? Acontece o imprevisível, qualidade intríseca do que presenciamos no dia-a-dia.Acontece o que denominamos consequências dos nossos atos, mas que por sua vez, sofrem muitas vezes influência de algo que geralmente não podemos controlar: a atitude dos outros, suas idéias, conceitos e a ação (e reação)de tudo isso em nossas vidas...pessoas que chegam (ou mudam) de mansinho ou de repente,que deixam marcas, lições e que nos fazem acreditar que por mais absurdo que algo possa parecer(de alguma forma)pode dar certo... Elogiado pela crítica e pelo público, o filme (que já está chegando nas locadoras) é uma boa dica pra se descontrair...

(Postado por Julie)

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário